Artigos arquivados em 'InfoTec'

Fartei-me do Blix à minha maneira

Vou manter-me simples agora, perdoe-me que não gostou :( :)

2 respostas 7. Dezembro. 2006

Analogias recentes

Quando li hoje o blogue do Nuno Barreto deparei-me com o seguinte excerto:

No meu tempo, quando éramos putos, davam-nos um Spectrum para as mãos. Essas eram as nossas máquinas de jogos. Depois aprendíamos a mexer naquilo, e às tantas já estávamos a programar BASIC na brincadeira. E aquilo era visto como uma coisa espectacular, uma coisa especial.

Hoje em dia a tecnologia está acessível em todo o lado. Já não há Spectums, as pessoas compram uma PS3, ou uma Xbox, ou uma Wii, que não permite mexer nas entranhas (out of the box). O ênfase não está no "como funciona", mas nos resultados (fast food, por exemplo). É uma geração a que não interessa muito como funciona, desde que funcione.

É precisamente esta a diferença entre o Software Proprietário e o Software Livre, o primeiro, corta-nos totalmente a intelectualidade da descoberta. 

1 resposta 6. Dezembro. 2006

H + B = Homus Broncus & DRM

Blu-rayApós a febre do frango assado, da piza, das massas, da carcaça de minhoca, do restaurante chinês e da comida crua… as pessoas poderão estar prestes a deparar-se com uma possível crise intelectual massiva durante os próximos meses. Cai como chuva por ai, a publicidade às novas televisões HD – High Definition (Homus Domesticadus) que serão até que viva alma grite mais fundo, a nova tecnologia multimédia. Sem dúvida que trazem algumas vantagens visuais e auditivas, sejamos certos que é verdade, mas e o resto? As novas televisões HD serão o porta aviões de uma batalha entre o formato Blu-ray e o HD-DVD que não são nada mais nada menos do que discos compactos (tipo cds/dvds) cheios de DRM e com alguma qualidade e espaço a mais. Podem facilmente ver quem detém o Blu-ray e quem detem o HD-DVD na Wikipédia para que possamos focar mais rapidamente o essencial. O composto de mudança leva-nos uma era de conhecimento brutal e também a uma ganancia nunca vista, o mercado consumista é feito de mamíferos bastante idiotas, de boa fé, dependentes e ao mesmo tempo vulneráveis ao universo em que nasceram. Amanha o Zé que não tem dinheiro para coçar o calcanhares vai ficar cheio de inveja porque o seu vizinho comprou lá para casa uma televisão muita boa e dois leitores de "dvd" com muita qualidade tipo fixe… o Zé tem duas opções ou inocentemente ignora a coisa e continua ver os Morangos com Açúcar o seu DVD de Vídeo Clube habitual, prestando um acto nobre em prol da humanidade intelectual e comunitária… ou roí-se de inveja e pede mais um crédito para se tornar cordeiro do senhor DRM (uma espécie de Deus silencioso das editoras e certas empresas pouco lucrativas (compreenda-se a piada)). O Zé de massas opta na maioria pela segunda opção, o que dá o direito de não ter direitos nos equipamentos (e na divida) que adquiriu. O Zé não está consciente que possivelmente não vai poder trocar filmes com o vizinho (DRM), o Zé não está consciente que o filmes que comprar naquele formato têm uma possível rodagem limitada para um único leitor (tem que ter fé), o Zé também não tem noção que se pretender fazer uma cópia de segurança do seu filme possivelmente terá que pagar por isso, isto se for possível sequer fazê-la… entre um conjunto de muitas coisas absurdas notáveis com o tempo. Dou-vos um exemplo meu, no Natal passado a minha namorada ofereceu-me o CD da banda sonora das Crónicas de Nárnia que tem explicitamente escrito na parte de trás em letras menores DRM, até hoje nunca consegui ouvir as faixas no meu leitor de mp3, nunca as conseguir converter para mp3 porque alguém ditou que elas deveriam só poder ser convertidas em wma e só posso fazer 3 cópias de segurança do CD, tudo isto num típico CD de música, imaginem agora o que estão/vão (a) apoiar quando vos passar pela cabeça, adquirir uma coisa destas (onde se alimenta este tipo de industrias) que o único brinde que vos dá, é uma trela. Pensem nisso pelo menos uma vez na vida.

3 respostas 1. Dezembro. 2006

ASUS – parte 2 e actualizações laterais

Fiquei hoje a saber que o portátil vai ter que levar uma placa mãe/principal nova, o que sinceramente não tinha previsto… resta-me  agora esperar pela dita cuja ainda sem data anunciada ou arredondada. Actualizei hoje durante a tarde a minha lista de blogues tal como tinha referido ontem, desta forma e afiambrando-me varias vezes a esta máquina até que a minha não chega, estarei por aqui, animem-se… amanha por cá é feriado.

Comentar 30. Novembro. 2006

Uma escapadinha

Afiambrei-me a um outro computador, até que o meu ta de baixa e sem dúvida que a "Esquizoesfera" está ao rubro, mal tenha a máquina de volta terei que actualizar a minha lista de blogues (lateral) que não é grande mas é boa. Agradeço desta forma às mais recentes referências a este canto. Aproveito também para avisar que teremos o João Matos de volta ao activo.

Comentar 30. Novembro. 2006

ASUS – parte 1 – RMA

O meu portátil recentemente começou a fazer uns barulhos estranhos no sistema de arrefecimento (aparentemente uma trepidação no cooler mais barulhenta), não aparentando ser nada de muito grave até data, dado que as temperaturas do equipamento se têm mantido constantes, activei o processo de garantia. Desta forma acabei agora de enviar o documento RMA (Return Material Autorization) para que tudo seja então visto pelo representante técnico da ASUS em Portugal a ENAME, quando questionei o prazo previsto para ter novamente o portátil foi me então informado 7 dias úteis após a recolha. Como a recolha deve ser efectuada nas próximas 48 horas talvez só para a próxima semana esteja de volta a este meu canto. Não posso deixar no entanto de frisar um dos pontos de responsabilidade do serviço de garantia, que diz o seguinte:

O portátil/PDA defeituoso deve ser devolvido na embalagem original ASUS, ou em qualquer outra apropriada ao transporte. A ASUS não se responsabilizará por possíveis danos produzidos pelo transporte, tanto no processo de recolha, quer no de entrega do produto. Qualquer tipo de dano sofrido durante o transporte será tomado como um dano provocado pelo usuário.

 

Impensável? É real… espero realmente que corra tudo pelo melhor e até já!

1 resposta 20. Novembro. 2006

Ubuntu Hello Kitty

Ubuntu Hello Kitty
Foi a minha mais que tudo que me disse "depois quero o meu assim" e enviou-me a imagem para caixa de correiro. Sem palavras… este é para vocês, meninas.

6 respostas 16. Novembro. 2006

UE faz novo ultimato à Microsoft

Tomate

No bom calão e perdoem-me esta saída mas Neelie Kroes é sem dúvida uma gaja com tomates! O processo é antigo e em palavras banais esta comissária Europeia avisa mais uma vez a Microsoft que tem de liberalizar o código dos seus produtos às empresas que o solicitarem e mais uma vez a Microsoft pega num bolinho de passas de uva e faz um choradinho do costume e diz que já deu 90% do solicitado ao que a senhora responde 90 não são 100. Ética, será uma palavra anormal?

1 resposta 15. Novembro. 2006

Remover palavras erradas do dicionário do Firefox

Vamos por o hipotético (e não menos real) caso de eu ter adicionado por engano uma palavra ao "dicionário PT" do Firefox 2. A palavra estava errada eu cliquei com o botão direito do rato e fiz adicionar ao dicionário, mais tarde removi o dicionário e voltei a instala-lo no entanto palavra continua na lista de palavras correctas o que me leva a crer que deve existir um dicionário pessoal no navegador. A minha questão é pois então, como removo a palavra errada do dicionário? Agradecido.

5 respostas 13. Novembro. 2006

Artigos Anteriores


Programa

Outubro 2021
S T Q Q S S D
« Dez    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Artigos por Data

Artigos por Categoria